segunda-feira, 20 de maio de 2019

Alan Greenspan: Capitalismo e Socialismo...e a Natureza Humana



Uma boa entrevista de Alan Greenspan, no qual discute capitalismo e socialismo.

Para mim, muito interessante vê-lo colocar os problemas do capitalismo na "natureza humana". Algo de direito natural e dentro da Doutrina Católica.

Sobre socialismo, bem, pobreza, desgraça, morte.


sábado, 18 de maio de 2019

Educação Superior Cara e Péssima...nos EUA. (Alunos cada vez piores)


A educação superior está cada vez mais cara e formando piores alunos, um fenômeno mundial. Hoje, li um texto muito bom sobre o assunto no Daily Wire. O artigo traz a opinião de especialistas em educação superior nos Estados Unidos.

Há no país mais rico do mundo uma educação superior caríssima, que ensina cada vez menos (não ensina "para o mercado") e é cheia de ideologia de esquerda.

No Brasil, uma das coisas mais estranhas na educação superior, em comparação a outros países, é gratuidade do ensino superior nas universidades federais. Quando eu morei no Canadá, e disse para um canadense que, no Brasil, um rico paga escolas particulares para seus filhos que são caríssimas para que o filho se formasse de graça nas universidades públicas, o canadense ficou boquiaberto.

No artigo, além de falar sobre esse problemas também conhecidos no Brasil (baixa qualidade ensino e custo das universidades),  o artigo traz algumas sugestões de melhora. Uma delas interessante é o fim das faculdades de educação (college of education) que segundo o especialista são em geral de péssima qualidade. Outra sugestão é a obrigatoriedade de curso sobre formação cultural e cívica (ensinar história e cultura básica a todos). Eu já vi gente com doutorado falando as mais completas asneiras em termos de história.

Além disso, um aspecto interessante do artigo foi dizer que o alto endividamento estudantil tem reduzido os casamentos, um enorme impacto social.

Como eu costumo dizer, as universidades de hoje são um dos poucos erros que o padre Robert Benson cometeu no seu livro Senhor do Mundo, quando previu o que ocorreria no fim do século XX. Elas estão péssimas, ideologizadas, burras e endividadas.

Vejam em o texto, clicando aqui.


quinta-feira, 28 de março de 2019

Contra o Distributismo



O economista Jay Richards junto com Taylor Marshal e Timothy Gordon criticam fortemente o Distributismo. O principal aspecto da crítica é que o Distributismo seria socialismo, na medida em que na verdade os proprietários não teria controle da propriedade que possuem, seria necessário um estado muito forte para fazer isso.

Bom, aceito que o Distributismo tem muitas falhas e no final das contas é mais uma filosofia ética para economia do que uma teoria econômica. Mas os autores deveriam prestar atenção que GK Chesterton e Belloc reconheciam esse problema do Distributismo e ao propuseram apenas medidas em direção a que mais pessoas tivessem mais acesso a propriedades e não o uso do poder ditatorial do Estado, eles abominavam o socialismo.

Em todo caso, vale muito o debate com esses autores. Por vezes, acho que eles deveriam ter mais cuidado ao tratar de Chesterton e Belloc, pois eles eram muito profundos em suas análises. Mais vale o debate.

Além disso, quando se começa a entender o capitalismo se começa a valorizar o Distributismo. Isto é, as falhas éticas e resultados econômicos do capitalismo sustentam o Distributismo.

Uma crítica que faço a Jay Richards é essa de achar que os grandes poderes econômicos chegaram onde chegaram simplesmente por conta da inovação e da capacidade produtiva. Esquecendo todas as falhas éticas e apoio estatal no processo de desenvolvimento dessas conglomerados econômicos.



quarta-feira, 27 de março de 2019

Vídeo: Mike Lee Mostra como Tratar Proposta Ambiental Ridícula.



Senador Mike Lee mostrou como tratar a proposta ambiental que foi votada ontem nos Estados Unidos e que não conseguiu nenhum voto, nenhum.

Proposta: sem aviões, como viajar do Alasca para Washington? Use o animal do Star Wars;

Havaí, sem jet skis, como fazer turismo? Use o cavalo marinho do Aquaman.

Gado não pode soltar puns. Então a solução é eliminar toda a população bovina, sem leite e sem carne agora.

Mike Lee descreve a verdadeira solução séria para o "aquecimento global": crianças!

Problemas tecnológicos são resolvidos por pessoas. Mais crianças são sinais de otimismo e de amor na sociedade, e também a solução para os problemas, inclusive problemas econômicos e tecnológicos.

Parabéns, fantástico, senador.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Socialismo e Liberalismo versus a Família.



Esse post foi publicado no meu blog, Thyself O Lord, mas como bem lembrou o meu leitor Kauê, o tópico é muito mais relacionado ao Bloco 11, Cela 18.

É uma palestra para o Heritage Foundation, instituição relacionada ao liberalismo econômico radical. O tema central é Socialismo versus a Família. Mas o filósofo Edward Feser explica que o liberalismo econômico apoiou a criação do Socialismo e também a destruição da família.

Não vou traduzir a palestra de 1 hora, vou apenas apontar a linha de raciocínio de Feser.

1) Pensavam que o fim da União Soviética e a adoção de modelo capitalista pela China que o socialismo estava morto. Mas não, eles dominam a cultura, eles são "mortos que andam". O Socialismo tem tido um grande renascimento  nos Estados Unidos;

2) Socialismo foi posto em prática em Venezuela "com os resultados previsíveis";

3) Os problemas econômicos do Socialismo são bem conhecidos. O que desejo falar hoje é sobre o impacto mais fundamental do Socialismo, o impacto na família;

4) Socialismo envolve a centralização do planejamento econômico, controle dos meios de produção. Uma ação do governo pode ser socialista em substância, a chave para identificar é a noção de posse (ownership). A terra pode ser minha, mas o governo pode me proibir de usufruí-la livremente de alguma forma, ao ponto do governo ser o real dono da terra. Nesse sentido, eu perco a propriedade.

5) Socialismo moralmente coloca o indivíduo abaixo do coletivo, há tentativa de igualar todos. Há o socialismo-nacionalista (nazismo) em que o indivíduo deve se submeter ao que seria o bem da nação ou da raça. Há também o socialista-igualitário que desejar distribuir a riqueza igualmente, tirando de uns e dando para outros, e acha que isso trará mais liberdade para todos.

6) O socialismo igualitário avança em todas as questões política e sociais. Dizem que são contra qualquer discriminação, de raça, sexo, religião, etnicidade e tipos de família.

7) Atualmente, as duas vertente de igualdade de renda e igualdade política se juntam e aprovam posições contra a liberdade individual, como a liberdade de expressão;

8) Feser usa o livro The Marriage Problem, de James Q. Wilson, para debater sobre a definição de família. A ideia de família com homem e mulher que geram e cuidam dos filhos é universal e é está enraizada na biologia.

9) Assim, há e houve também uma visão negativa universal para sexo fora do casamento e para relações sexuais que não geram filhos, uma vez que as crianças precisam do pai e da mãe para se desenvolver e as relações sexuais gays são vistas como desestabilizando a sociedade;

10)  Essa é a visão natural (baseada na biologia) e tradicional da família.

11) Cada parte da família naturalmente divide as funções de cada membro da família. A alimentação e cuidado dos filhos consome muita dedicação, especialmente da mulher, e o pai, historicamente se posicionou como aquele que prover os bens para a casa. Há uma complementaridade entre a participação da mulher e do homem na família. O que o pai traz para casa pertence à família e não apenas ao homem. Essa situação ocorre por tanto tempo e de forma universal que pode ser caracterizada como fazendo parte da natureza humana.

12) As crianças na família além de receberem o apoio material, devem receber o apoio espiritual, moral e educacional dos pais. Se os pais têm a obrigação de prover ambas, eles têm também o direito de provê-las;

13) Mesmo na atual sociedade, plena de defensores do feminismo e do socialismo igualitário, a família tende a se enquadrar dessa maneira, com a mulher dado mais apoio às questões domésticas e aos filhos, ainda mais no divórcio.

13) A família é assim considerada por defensores do direito natural como o fundamento para a propriedade;

14) Mas o Liberalismo e o Socialismo compartilham da mesma opinião que todos devem ter poder político não importando sexo, raça, religião, etc.

15) A diferença é que o Socialismo apoia maior intervenção do estado para o alcance desse poder~.

16) Interessante notar que os ataques à família se iniciaram no movimento individualista liberal e não no Socialismo. O liberalismo individualista atacou o conceito medieval e aristotélico de família e de homem como um ser social.

17) Socialismo apenas entrou pela porta de ataques à família que o liberalismo abriu.

18) O Estado no mundo liberal serviria apenas para permitir que indivíduos sejam livres. Não teria preocupação social. O liberalismo já disse que o homem e a mulher deveriam ser céticos sobre a ideia de que eles são designados por natureza a se complementarem. Viram casamento como amarra social. Casamento deveria ser visto como um contrato e não como um corpo vivo para criar os filhos. Homem e mulher deveriam buscar individualmente a independência financeira tanto antes como após o casamento. O divórcio deveria ser aberto livremente.

19) Liberalismo apoiou as diversas formas de união entre as pessoas.

20) Todos os movimentos que temos hoje: casamento gay, trans, aborto, contraceptivos, divórcios, concubinato, etc. são consequências das ideias liberais defendidas por filósofos como John Stuart Mill;

21) A ideia liberal apoia a liberação sexual e o feminismo como uma questão de justiça. O liberalismo sustenta o pensamento de que a mulher deve ter tantas oportunidades de trabalho e poder político quanto os homens, que as empresas não podem negar prover recursos por conta de questões religiosas, que o Estado deve apoiar o casamento gay, que mulher deve poder ter acesso a aborto, etc.

22) Assim, o próprio liberalismo apoia a intervenção do Estado para que se alcance estes objetivos da liberação sexual e do feminismo.

23) No entanto, quanto mais temos diferentes formas de família, como mães solteiras, casais divorciados, mais as famílias precisarão de apoio estatal para sobreviver e assim apoiarão a formação de um estado socialista.

24) Nos Estados Unidos, os números mostram que os casados tendem a votar em candidatos conservadores, enquanto pessoas descasadas, divorciadas, solteiras votam em candidatos de esquerda, especialmente mulheres solteiras e divorciadas.

25) A liberação sexual gerou toda a confusão moral do casamento, e hoje o números de pessoas que nunca conheceram uma família sólida só aumenta. Essas pessoas possuem pensamentos confusos em busca de um substituto para a segurança familiar. Isso torna o socialismo atrativo.

26) O Socialismo em si também tem princípios que destroem a família. Socialismo defende renda idêntica, domínio total do sistema de saúde, sistema educacional uniforme para todos, impostos sobre herança. Os bens de primeira necessidade serão providos pelo Estado e não pela família.

27) O Estado toma o lugar do pai e da mãe no Socialismo.

28) Liberalismo e Socialismo se juntam na condenação da forma tradicional de família.

29) Os dois defendem a ideia de que homens e mulheres são basicamente a mesma coisa.

30) Os resultados da liberação sexual e do feminismo são terríveis sob diversos aspectos, como aceleração da depressão e infelicidade entre as pessoas, mas os revolucionários, como os comunistas, nunca admitem a derrota, eles apostam o dobro, aumentam a dose do remédio.

31) O livre mercado não pode se sustentar sem o fundamento familiar.

32) Há uma pergunta interessante que pergunta sobre a Noruega. Seria a Noruega um país socialista? Feser responde que a Noruega é um país capitalista que usa a riqueza para algumas políticas socialistas. O mediador respondeu melhor. Disse que a Noruega só é socialista na tributação individual e da classe média. Mas a Noruega tem impostos mais baixos para empresas e é mais livre em termos capitalista que o próprio Estados Unidos, por diversas medidas feitas por diversos institutos.

33) Em outra pergunta, Feser responde que os cristãos e conservadores devem focar na defesa dos valores tradicionais na família, hoje em dia os cristãos estão se alinhando mais a questões que mais se aproximarão do humanismo defendido pelo mundo. Os Cristãos devem tomar uma atitude defensiva aguerrida na defesa dos valores tradicionais.

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Celebridades Querem Banir os Canudos de Plásticos para Salvar...(Esqueçam)



Mais uma onda das celebridades. Baseados em pesquisa de uma criança (isso mesmo, de uma criança) que diz que são consumidos 500 milhões de canudos plásticos todos os dias, celebridades querem banir os canudos de plásticos e passar a usar de papel, pois dizem que os canudos de plásticos poluem os mares e o meio ambiente.

Mas e os do papel?

Bom, esses além de serem terríveis como canudos, são  bem pior para o meio ambiente, consumem muito mais energia na produção.

Ok, celebridades são celebridades, a estupidez é a norma mesmo entre elas. Acontece que essas ideias estúpidas custam milhões, encarecem a vida, tiram empregos, prejudicam as pessoas.

Vejam o vídeo acima.